Created with Snap

Carros elétricos no Brasil.

Tempo de leitura: 8 minutos.

 

Quando o assunto são carros elétricos, infelizmente o Brasil não está na lista dos primeiros países a aderir. Só para darmos a introdução ao caso, há somente um modelo movido somente a eletricidade à disposição dos consumidores no mercado brasileiro. E, para ficar ainda mais complicado, esse tipo de carro não é o mais em conta no mercado, o que o torna inacessível para a maioria da população.

Entre os diversos fatores, acaba faltando incentivo fiscal por parte do governo na diminuição a alíquota do imposto aplicada sob esses modelos, permitindo que eles fiquem mais acessíveis.

Porque, no final das contas, o objetivo principal dos carros elétricos é o fato de que eles não emitem gases causadores do efeito estufa. Então, por que não incentivar as vendas e aumentar a presença desses modelos nas ruas?

Confira o artigo que a Unidas preparou para você.

Leia também: Como fazer pequenas manutenções no seu carro.

Carros Elétricos disponíveis no Brasil:

Chevrolet Bolt

Para a felicidade da maioria, existem vários carros elétricos que já foram confirmados para o nosso mercado. O primeiro deles é o Chevrolet Bolt, que teve sua estreia em 2018 como o primeiro elétrico da marca em nosso país. Ele é oferecido em versões com o motor elétrico de 202 cv e 36,7 kgfm, alimentado por baterias de íon de lítio de 60 kWh, capazes de entregar autonomia de até 385 km. A marca diz que o modelo  hatch atinge os 100 km/h em menos de sete segundos.

Mas, como nem tudo é perfeito, um dos empecilhos do carro é o preço. Lá fora, o modelo tem preços que partem de cerca de US$ 38 mil. Com todas as taxas e tributos, este preço passa para R$ 300 mil, o preço do Chevrolet Camaro, por exemplo.

BMW i3

No nosso país, o único modelo representado nessa categoria é o BMW i3, os demais exemplares com representação oficial são híbridos. O modelo  hatch totalmente elétrico da fabricante alemã está no Brasil desde 2014 e atualmente está disponível em uma configuração única com três opções de acabamento, que passou por atualizações recentemente, com direito a mudanças estéticas e técnicas.

Carros elétricos no Brasil interno

O valor inicial do modelo i3 Rex é de R$ 199.950, sendo R$ 211.950 no i3 Rex Connected ou, R$ 239.950 no i3 Rex Full. Conforme informações da marca alemã, o i3 consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 8,2 segundos e atinge velocidade máxima de 150 km/h.

Este modelo é do tipo plug-in e precisa de uma tomada específica para recarregar seu conjunto de baterias. Essa tomada pode ser de 110 V com aterramento ou ainda uma de 220 V. Existe também a opção da central de carregamento Wall Box exclusiva da BMW, mas ela é tida como um opcional que custa cerca de R$ 8 mil.

Ele ainda consegue se destacar por uma série de outros recursos, como a estrutura feita de alumínio e fibra de carbono, rodas de 19 ou 20 polegadas, faróis totalmente em LED, sistema de estacionamento automático, teto solar duplo, ar-condicionado digital, sistema de som Harman Kardon, alerta de tráfego cruzado, alerta de colisão traseira, aviso de mudança de faixa, prevenção de aproximação frontal, chave keyless, sistema multimídia com tela de 10,2 polegadas, entre outros, sendo que algumas dessas funções são exclusivas das versões mais caras.

Leia também: Conheça a frota da Unidas.

Kia Soul EV

O Kia Soul EV foi cotado por muito tempo pela marca sul-coreana, mas ainda não chegou devido à falta de incentivos fiscais para carros elétricos. O modelo nada mais é do que a versão totalmente elétrica do atual Kia Soul oferecido em nosso país, com um motor elétrico capaz de desenvolver o equivalente a 110 cv e 28,5 kgfm, alimentado por baterias de íon de lítio de 27 kWh. Segundo informações da marca, o veículo consegue rodar até 220 km com uma única carga.

Nissan Leaf

O Nissan Leaf foi lançado não só no Brasil, como também na Argentina, no Chile, na Colômbia, Costa Rica, Equador, Uruguai e Porto Rico. A segunda geração do carro elétrico da Nissan teve sua estreia por aqui em meados de 2019, com preço superior a R$ 200 mil caso não haja incentivos fiscais por parte do governo.

 

Carros elétricos no Brasil interno 2

O Leaf possui um motor elétrico com potência equivalente a 150 cv e torque de 32,6 kgfm. Dependendo do mercado, há baterias de 40 kWh com autonomia de 240 km ou 60 kWh e autonomia de 320 km. Segundo a Nissan, o carro consegue rodar a até 140 km/h.

O carro se sobressai ainda por outras funções, como o sistema de condução semiautônoma ProPilot, assistente de estacionamento, sistema e-Pedal (que transforma o pedal de acelerador em pedal de freio), entre outros.

Leia também: Porque escolher a Unidas.

Volkswagen e-Golf

Até mesmo a Volkswagen acabou aderindo aos carros elétricos. Além do híbrido GTE. O veículo conta com um motor que rende o equivalente a 134 cv e 29,6 kgfm, alimentado por uma bateria de 35,8 kWh, com autonomia de cerca de 300 km. Com isso, o VW e-Golf acelera de 0 a 100 km/h em 9,6 s e atinge 150 km/h.

Carros Elétricos oferecidos sob importação independente

Tesla Model 3

Os modelos da Tesla são dos mais populares entre as importadoras independentes. O menor deles é o recém-lançado Model 3, um sedã de 4,69 metros de comprimento, que é o carro de entrada da marca, com o valor aproximado de R$ 290 mil em nosso mercado.

O veículo possui motor elétrico ligado às rodas traseiras, que rende o equivalente a 238 cv, alimentado por um conjunto de baterias com autonomia de até 360 km ou 500 km com baterias de longo alcance (opcionais). A Tesla diz que ele atinge os 100 km/h em 5,6 s.

Existe ainda a opção do sistema de condução semiautônoma Autopilot, que controla a velocidade, mantém o carro dentro de uma faixa de rodagem e estaciona praticamente sozinho.

Leia também: Unidas e o Pacto Global da ONU.

Tesla Model S

O sedã que está no topo de linha da Tesla é o Model S e é oferecido sob encomenda com preços que variam de R$ 560 mil a R$ 950 mil, nas versões 75D, 100D e P100D. O primeiro oferece uma bateria de 75 kWh, autonomia de 416 km, indo de 0 a 100 km/h em 4,2 s e alcançando máxima de 225 km/h, enquanto o segundo tem 100 kWh, 540 km, 4,1 s e 250 km/h, respectivamente, e o terceiro entrega 100 kWh, 510 km, 2,5 s (!) e 250 km/h.

O Tesla Model S na sua versão mais cara possui itens como bancos aquecidos para todos os ocupantes, suspensão pneumática que varia conforme as condições das ruas (via GPS), chave keyless, sistema de prevenção de colisão, sistema de frenagem automática, sistema de som premium, sistema de navegação com mapas e tráfego em tempo real, entre outros.

Esperamos que essas atualizações aconteçam o quanto antes e se tornem cada vez mais comuns para que a contribuição com o meio ambiente seja ainda mais efetiva.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de: