Created with Snap
Como funciona ptrocar a bateria do carro.

Como evitar multas na CNH cuidando do seu carro.

Tempo de leitura: 14 minutos.

No mundo moderno, sabemos que a vida de quase todas as pessoas são agitadas, com horários apertados e preocupações constantes, e nessa dinâmica do dia-a-dia uma grande parte das tarefas que precisamos cumprir acaba sendo feita de maneira automática.

Por um lado, isso nos permite fazer os dias renderem mais, mas, por outro, nossa atenção sobre as atividades que desempenhamos fica bastante prejudicada. Dessa forma, não é raro cometermos descuidos ao volante que se tornam multas na CNH — sendo um prejuízo tanto para nossa segurança quanto para nosso bolso!

Dirigir com atenção e responsabilidade é um dever de todo motorista e é essencial para se manter um trânsito mais seguro para condutores, passageiros e pedestres. Mas há coisas que não dá para evitar e, quando elas ocorrem, a imprudência do motorista pode ocasionar multas de trânsito e, até mesmo, a suspensão da carteira de habilitação.

Neste conteúdo vamos falar sobre como pequenos cuidados com o carro vão ajudá-lo  a evitar multas na CNH. Confira o artigo que a Unidas preparou para você.

Quais cuidados com o carro você deve ter para evitar multas na CNH?

Os cuidados essenciais com o seu carro vão muito além de uma questão estética. Afinal, a ausência na verificação de freios, limpador de para-brisa e pneus, por exemplo, pode conduzir a um envolvimento em acidentes. Todos os itens do carro, sobretudo os obrigatórios, devem estar funcionando perfeitamente, de acordo com as especificações técnicas do fabricante.

 

Como evitar multas na CNH cuidando do seu carro interna 2

Evitar multas na CNH: O que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê:

Art. 27

Capítulo III – DAS NORMAS GERAIS DE CIRCULAÇÃO E CONDUTA

Antes de colocar o veículo em circulação nas vias públicas, o condutor deverá verificar a existência e as boas condições de funcionamento dos equipamentos de uso obrigatório, bem como assegurar-se da existência de combustível suficiente para se chegar ao local de destino. Ou seja, o condutor é o responsável pelas boas condições do veículo.

Atire a primeira pedra quem nunca viu uma pessoa com um galão de combustível, indo ao posto ou voltando para abastecer o próprio veículo que ficou parado na rua por falta de combustível… Um clássico, né? Esta falta de combustível também recebe uma penalidade:

Capítulo XV – DAS INFRAÇÕES

Art. 180

Ter seu veículo imobilizado na via por falta de combustível:

  • Infração – média.
  • Penalidade – multa.
  • Medida administrativa – remoção do veículo.

Aqui, em um primeiro momento, o condutor será apontado como responsável, pois está operando o veículo, mas o proprietário também terá que responder por alguma implicação legal.

Capítulo XVI – DAS PENALIDADES

Art. 257

As penalidades serão impostas ao condutor, ao proprietário do veículo, ao embarcador e ao transportador, salvo os casos de descumprimento de obrigações e deveres impostos a pessoas físicas ou jurídicas expressamente mencionados neste Código.

  • 2º Ao proprietário caberá sempre a responsabilidade pela infração referente à prévia regularização e ao preenchimento das formalidades e condições exigidas para o trânsito do veículo na via terrestre, conservação e inalterabilidade de suas características, componentes, agregados, habilitação legal e compatível de seus condutores, quando esta for exigida, e outras disposições que deva observar.

Ou seja, sempre caberá ao proprietário do veículo a responsabilidade pela infração das condições exigidas para o trânsito do veículo na via terrestre e com a manutenção do veículo.

Como evitar multas na CNH: Tipos de cuidados com o carro

A manutenção do carro pode ser dividida em três tipos:

Preditiva: a manutenção do veículo é realizada de acordo com a orientação prevista no manual do veículo, como por exemplo, a troca de óleo, correia dentada, etc.

Preventiva: a intenção deste reparo é reduzir ou evitar a quebra ou a queda no desempenho do equipamento no veículo. Por exemplo, trocar as palhetas do limpador de para-brisa quando reconhece que não estão mais limpando como em momentos melhores. Ou verificar se há combustível suficiente para o deslocamento que você vai fazer.

Corretiva: a clássica é a manutenção responsável pelo uso do equipamento do veículo até que ele não funcione mais e só então consertá-lo ou substitui-lo. Por exemplo, pneu “careca” ou furado.

É importante destacar que a manutenção mais adequada é a Preventiva! Diante disso, é sempre melhor estar atento ao funcionamento do carro e fazer uma visita ao mecânico de confiança sempre que perceber algo estranho, um “barulhinho”,  ou algo que não esteja dentro da normalidade.

Aqui aquele ditado para lá de batido: “Melhor prevenir do que remediar”.

Itens veiculares obrigatórios para evitar multas na CNH

Listamos os itens obrigatórios citados na Resolução 14  do Contran que devem estar em ordem em seu veículo para que multas na CNH sejam evitadas.

Para-choques, dianteiro e traseiro

A função dos para-choques é diminuir os danos em caso de colisões frontal e traseira.

Luzes de posição dianteiras de cor branca ou amarela

Luzes que servem para indicar a presença e a largura do veículo, fundamental para identificar ônibus e caminhões. São luzes que devem ser utilizadas durante o dia, em caso de chuva ou neblina – embora seja recomendável o farol baixo ou de neblina; e à noite, com o carro parado, no embarque e desembarque de passageiros ou em operações de carga e descarga.

Faróis principais dianteiros de cor branca ou amarela

A luz é um fator essencial de segurança para os usuários verem e serem vistos. Diante disso, os faróis (luz baixa e alta) devem estar em condições de uso.

Lanterna de iluminação da placa traseira, de cor branca

A função desta lâmpada é iluminar a placa identificando o veículo.

Lanternas de freio de cor vermelha

Elas servem para indicar aos demais usuários, que estão vindo atrás, que o condutor está utilizando os freios.

Lanternas indicadoras de direção: dianteiras de cor âmbar e traseiras de cor âmbar ou vermelha

Trata-se da luz do veículo destinada a indicar aos demais usuários da via que o condutor tem o propósito de mudar de direção para a direita ou para a esquerda. Avisar das intenções aos outros condutores, evitando assim freadas bruscas, colisões e até mesmo grandes acidentes.

Lanternas de posição traseiras de cor vermelha

Luzes que servem para indicar a presença do veículo na via; quando os faróis são acesos, elas também são acesas automaticamente.

Lanterna de marcha à ré, de cor branca

A função deste item é alertar os outros motoristas e pedestres que o carro está se movendo para trás, anunciando a manobra que será feita.

Espelhos retrovisores, interno e externo

O retrovisor é utilizado para ampliar a visibilidade dos motoristas. Os veículos possuem três espelhos retrovisores: o espelho interno central, que garante visibilidade traseira durante a condução, e os laterais, cuja função é auxiliar o condutor a enxergar fora de sua visão periférica para os lados direito e esquerdo.

Lavador de para-brisa

Ejeta água no para-brisa com o objetivo de limpar o vidro do veículo e melhorar a visibilidade. Ideal para evitar acidentes em dias de chuva.

Limpador de para-brisas

É responsável por possibilitar a limpeza do vidro do para-brisas. É necessário manter as palhetas em bom estado.

Pala interna de proteção contra o sol para o condutor

Responsável por evitar a incidência direta de raios solares que atrapalham a visão dos motoristas.

Cinto de segurança para todos os ocupantes do veículo

Equipamento fundamental para a segurança de seus ocupantes e deve ser utilizado por todos que estiverem no veículo. Importante: nunca deve ter mais passageiros dentro do carro do que o número de cintos de segurança.

Triângulo de sinalização

O triângulo de segurança, ou dispositivo de sinalização luminosa e refletora de emergência, trata-se de um equipamento obrigatório em todos os automóveis para indicar veículo parado, em manutenção ou acidente.

Macaco compatível com o peso e carga do veículo.

O macaco é uma ferramenta usada para auxiliar a troca dos pneus. O instrumento ergue o carro através de uma manivela, dessa forma sustentando o carro e possibilitando a troca.

Pneus que ofereçam condições mínimas de segurança

Pneus com profundidade de sulcos menor que 1,6 mm já são considerados “carecas” e seu uso não é recomendado.

É importante que o estepe esteja sempre em perfeitas condições de uso. Ao fazer a calibragem semanal, é essencial lembrar também de conferir se o estepe está com a pressão e as condições gerais adequadas.

Freios de estacionamento e de serviço, com comandos independentes.

O “freio de mão” exige cuidado porque, sem a manutenção, ele irá perder a eficiência durante o uso, podendo causar acidentes.

Buzina

A buzina deve ser utilizada em duas situações estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro: para fazer advertências necessárias, no caso de haver algum risco à segurança do trânsito, e fora das áreas urbanas, em que o objetivo é indicar o propósito de ultrapassar outro veículo.

Quais são as multas na CNH devido a falta de manutenção de veículo

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, artigo 30, inciso 18, conduzir o veículo em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, gera infração grave, com a perda de 5 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 195,23.

Ou seja, a ausência de cuidados com o carro pode levar, além do desgaste das peças, da reposição das mesmas, da insegurança no ato de dirigir, da possibilidade de acidentes, também a multas na CNH e pontos na carteira.

Claro, a sua maior preocupação não deve estar em torno das multas e, sim, com a correta manutenção. Listamos algumas penalidades relacionadas a falta de manutenção do carro.

São referentes ao Artigo 230, do CTB:

Capítulo XV – DAS INFRAÇÕES

Art. 230

Conduzir o veículo:

/…/

VIII – sem ter sido submetido à inspeção de segurança veicular, quando obrigatória.

IX – sem equipamento obrigatório ou estando este ineficiente ou inoperante.

X – com equipamento obrigatório em desacordo com o estabelecido pelo CONTRAN.

XI – com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante.

XII – com equipamento ou acessório proibido.

XIII – com o equipamento do sistema de iluminação e de sinalização alterados.

XIV – com registrador instantâneo inalterável de velocidade e tempo viciado ou defeituoso, quando houver exigência desse aparelho.

XV – com inscrições, adesivos, legendas e símbolos de caráter publicitário afixados ou pintados no pára-brisa e em toda a extensão da parte traseira do veículo, excetuadas as hipóteses previstas neste Código.

XVI – com vidros total ou parcialmente cobertos por películas refletivas ou não, painéis decorativos ou pinturas.

XVII – com cortinas ou persianas fechadas, não autorizadas pela legislação.

XVIII – em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, ou reprovado na avaliação de inspeção de segurança e de emissão de poluentes e ruído, prevista no art. 104.

XIX – sem acionar o limpador de pára-brisa sob chuva:

 

  • Infração – grave.

Penalidade – multa.

Medida administrativa – retenção do veículo para regularização.

Agora que você já sabe como evitar multas na CNH, saiba também que alugar um carro na UNIDAS garante menos preocupação com manutenção de carro. Entre em contato com a gente, faça uma simulação e aproveite as oportunidades.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

você também pode gostar de: